Psicofármacos / Ansiolíticos
Voltar | Ver bula |
   Olcadil

O que é e para que serve ?
O princípio ativo do olcadil é o cloxazolam,O princípio ativo do clozal é o cloxazolam, um tranquilizante do grupo dos benzodiazepínicos. A principal finalidade dessa medicação é controlar a tensão nervosa e os sintomas dos transtornos de ansiedade.

Como é usado
O princípio ativo do clozal é o cloxazolam, um tranquilizante do grupo dos benzodiazepínicos. A principal finalidade dessa medicação é controlar a tensão nervosa e os sintomas dos transtornos de ansiedade.
Como é usado cloxazolam, O princípio ativo do clozal é o cloxazolam, um tranquilizante do grupo dos benzodiazepínicos. A principal finalidade dessa medicação é controlar a tensão nervosa e os sintomas dos transtornos de ansiedade.
Como é usado ansiedade.

Como é usado ?
A apresentação em comprimidos permite um fracionamento da medicação e um ajuste mais preciso da dose. Não há uma dose padronizada: a faixa de uso está em torno de 1 a 6mg por dia, podendo ser mais de acordo com a indicação médica. Tanto o começo como o fim do uso deve ser gradual, ou seja, a dose deve ser aumentada com alguns dias de intervalo entre um aumento e outro: o mesmo é realizado na retirada da medicação.

Efeitos da medicação
A sensação de tranqüilidade proporcionada é rápida, podendo ser sentida a partir das primeiras doses: da mesma forma a sensação de sonolência. Os benzodiazepínicos de uma maneira geral bloqueiam tanto a ansiedade normal como a patológica. Aqueles que sofrem algum distúrbio de ansiedade não podem ficar sem uma medicação para controlar os sintomas; já os que sofrem de um estado de ansiedade devido a uma circunstância passageira podem ficar posteriormente tentados a tomar um tranqüilizante sempre que se sentirem incomodados pela ansiedade. Nesse momento deve-se ter muita cautela para não iniciar uma dependência psicológica ao calmante.
Os efeitos colaterais mais comuns são: tonteiras, falhas na memória, sonolência excessiva, diminuição do desejo sexual, cansaço, vertigens.

Considerações importantes
A combinação com o álcool não está proibida, mas o usuário deve saber que a sedação e a descoordenação motora ficarão muito aumentadas se junto ao remédio tomarem bebidas alcoólicas. Quanto à gravidez não há comprovação de efeitos maléficos em seres humanos, contudo é recomendável evitá-la durante o primeiro trimestre da gestação.

Última Atualização: 24-07-2005
Ref. Bibliograf.:
The Practioner's Guide to Psychoactive Drugs 3º Ed 1991
Alan J. Gelenberg